Os empresários têm buscado novas estratégias para aumentar as vendas e melhorar o desempenho de suas marcas. Assim, evitam ficar estagnados no mercado tradicional, pois novas estratégias de marketing têm aumentado a demanda de forma substancial.

Para acompanhar essa evolução, eles têm procurado a adaptação de excelência e a otimização por meio de informações privilegiadas de seus clientes e suas necessidades.

Com a variedade de estratégias apresentadas em mídias sociais e sites de busca é importante saber qual o perfil da sua empresa para executar as medidas escolhidas e impulsionar suas vendas.

Por isso, separamos este tema para tirar suas dúvidas. Continue lendo este post e conheça mais sobre a diversidade de vendas.

Estabeleça um mix de vendas de acordo com pesquisas

Uma excelente técnica de vendas é o mix de marketing, conhecido também como “4 Ps do marketing”. Ele engloba produto, preço, praça e promoção.

Esses são realmente os quatros elementos fundamentais para estratégias desse tipo na companhia, pois ajudam o empresário a atingir suas metas de maneira competitiva e vencedora. Conheça-os a seguir:

  • produto: é importante que haja variedades de itens, bem como o desenvolvimento de linhas diferentes (tamanhos e formatos) para atender bem ao público. A qualidade é obrigação de quem vende, mas continua sendo um diferencial. O design é o detalhe que chama a atenção do cliente, mas a beleza precisa estar conectada com a funcionalidade;
  • preço: em princípio, é o custo para o cliente e o valor que entra no caixa da empresa. Se o produto tiver um preço igual ou menor do que a qualidade oferecida, o valor é positivo e significa benefício para o cliente. Trabalhar com preço tabelado pode ajudar a ter uma referência. É bom oferecer descontos e agradar o consumidor sempre que possível;
  • praça: é a geografia de marketing (localização física e informativa) e abrange o que a organização faz, onde está e aonde quer chegar. Empreendimentos complementares são ideais para aumentar as vendas. Assim, é interessante para uma loja esportiva, por exemplo, ter uma parceria com uma academia (mais um ponto para captar público-alvo);
  • promoção: é tudo o que a empresa faz para que a informação chegue ao consumidor e ele se lembre dela no momento da tomada da decisão de compra. Em resumo: é a comunicação integrada de marketing.

Dessa forma, o gestor consegue posicionar a marca e alcançar de forma adequada seu público-alvo.

Invista no pós-venda para aumentar as vendas

Pós-venda é o início de uma nova venda. Apesar de essa descrição ser óbvia, a maioria dos empresários se esquece de oferecer esse serviço ou o faz de forma ineficiente. O pós-venda deve ser feito de forma planejada, consciente e para conseguir levar ao consumidor um sentimento de lembrança.

A tecnologia permite que o gestor tenha uma proximidade ainda maior com o cliente, Há até pouco tempo essa relação era mais restrita (por telefonema, carta e para piorar, de forma aleatória). Hoje, os sistemas de automação e otimização retêm dados para facilitar a organização do momento ideal de entrar em contato com o consumidor.

Tenha um atendimento personalizado

Trate o cliente como você gosta de ser tratado quando está no papel de consumidor. Parece tão simples, mas quando colocado em prática é extremamente precioso para alcançar a excelência no atendimento.

Os costumes e hábitos mudaram bastante de um tempo para cá, mas uma coisa não muda: as pessoas gostam de ser únicas, reconhecidas na multidão. Assim, encontrar seu nome em uma lata de refrigerante, por exemplo, é bastante especial. Veja, a seguir, algumas dicas para oferecer um atendimento personalizado:

  • cada cliente é único: por isso conheça-o muito bem mesmo sem ter uma relação pessoal com ele;
  • faça contatos frequentes: não abandone seu cliente, mas não faça contatos apenas de vendas, faça relacionamento;
  • saiba mais sobre o consumidor: não apenas sobre os produtos que ele usa, mas sobre seu estilo de vida: se é casado, se tem filhos, se tem cachorro, se gosta de viajar e quando faz aniversário. Interaja com ele e o torne único;
  • indicação de produto: a vantagem de conhecê-lo é que, na hora de indicar um item, há mais chance de ser uma recomendação perfeita e uma venda certa.

Esteja onde seu cliente estiver

Boa parte das instituições já entendeu e identificou que as redes sociais, o e-mail e os canais de buscas são fundamentais para a sobrevivência de qualquer empresa. Se uma organização não consegue alinhar seu público-alvo off e on-line, ela praticamente está fadada ao fracasso ou, ao menos, perde muitos clientes para seus concorrentes. Algumas ferramentas podem ajudar nessa tarefa:

  • Facebook: onde o cliente estiver, é possível se comunicar diretamente com ele;
  • Instagram: capture e filtre a beleza de seu negócio para entregar a seus contatos;
  • Twitter: a cada atualização, os clientes ficam automaticamente por dentro das informações da sua empresa;
  • YouTube: a companhia tem seu próprio canal de vídeos.

Chegou a ser cogitado o fim do e-mail, mas pesquisas mostram que a maioria da população ainda o tem e acessa diariamente. Compensa investir nessa ferramenta.

Tenha boa relação com seus leads

Lead é aquela pessoa que acessa um site específico, tem interesse naquele conteúdo e se cadastra para receber atualizações — por e-mail, e-books e afins. Ele ainda não é um consumidor, mas tem grande potencial para se tornar um.

O funil de vendas é a estratégia usada para converter leads em clientes. Veja, a seguir, quais são suas etapas:

  • topo de funil: encarregado de atrair usuários por meio de conteúdos com variedades de assuntos;
  • meio de funil: aqui é feita a nutrição dos usuários com conteúdos específicos para afunilar a relação com a instituição.
  • fundo de funil: responsável por ajudar o lead a tomar a decisão usando vídeos, infográficos, textos e e-books. Esse é o momento de transformá-lo em cliente.

A estratégia não termina aqui, pois agora é possível transformar o cliente em um promotor da empresa que vai levar a marca para diversas pessoas — o grande prêmio de uma estratégia de excelência.

Em resumo, uma empresa com pouca capacidade de inovação está prestes a estagnar suas vendas ou mesmo perder mercado para a concorrência. Por isso, é essencial apostar em inovação para manter-se relevante. Para aumentar as vendas é importante entender a complexidade do processo, compreendê-lo e colocá-lo em prática.

Gostou do post? Então, assine nossa newsletter para saber mais o assunto!

2 Comments

Escreva um comentário

Share This