Baseada no teorema de Pareto, a curva ABC é uma ferramenta que vem sendo amplamente utilizada no meio empresarial por conta de sua versatilidade e suas aplicações úteis para o cotidiano operacional.

Seja no controle de estoque ou na gestão de relacionamento com o cliente, seja na organização de qualquer operação ou processo diário, o fato é que essa ferramenta pode proporcionar ganhos exponenciais de produtividade ao negócio.

Então, quer saber mais sobre o que é a curva ABC, como calculá-la e em quais áreas da empresa ela pode ser aplicada? Continue a leitura deste artigo para conferir!

O que é curva ABC?

De forma simplificada, trata-se de um método de organização que tem como objetivo categorizar itens de acordo com sua relevância. Normalmente, ela é aplicada no controle de estoque, mas pode ser eficiente em outras áreas.

Existem diversas formas de organizar a lista de itens na curva ABC, mas, em geral, ela é separada por custo de aquisição (demonstrará as mercadorias de maior valor no estoque) ou por valor de venda (demonstrará quais itens trarão mais receita para a empresa).

Vale lembrar, ainda, que empresas com grande volume de estoque têm o hábito de aplicar a curva ABC pois ela consegue:

  • garantir que os produtos com maior saída jamais fiquem em falta;
  • focar esforços na gestão do estoque;
  • permitir tanto o armazenamento quanto o investimento mediante a relevância da mercadoria;
  • reduzir custos com aquisições desnecessárias;
  • proteger o patrimônio da empresa;
  • minimizar faltas no estoque.

Em quais áreas da empresa ela pode ser aplicada?

Como foi dito, a curva ABC pode ser aplicada em diversos departamentos da organização, já que permite o agrupamento não apenas de produtos, mas também de pessoas, fatores ou elementos que afetem diretamente a rentabilidade da empresa.

Ainda assim, existem quatro áreas em que sua aplicação é mais comum:

  1. controle de estoque — classificação de materiais e mercadorias para definir quais deles devem ter maior prioridade e atenção na gestão;
  2. vendas — conhecimento a respeito dos percentuais de peso e participação de cada mercadoria vendida;
  3. operações e processos — revisão e redefinição de padrões, atividades e uso do tempo em ações produtivas, com base no percentual que representam para que a empresa tenha sucesso;
  4. clientes — identificação dos consumidores de maior valor para a empresa, inclusive na hora de determinar a personalização de serviços e tempo de atendimento para os que são classificados como A ou B.

Como calcular a curva ABC?

A Curva ABC, por definição, é conhecida como uma análise que proporciona informações para identificar a relevância de cada item em termos de lucro, faturamento e giro.

Como dissemos, os itens são categorizados em grupos (A, B e C). Sendo assim, os grupos devem seguir as seguintes premissas:

Grupo A

Esses são os itens que têm um giro médio, ou seja, que têm um índice de vendas positivo, mas não ocupam o topo da lista. Estão presentes no faturamento e na margem de lucro, pois geram vendas com constância, e integram cerca de 30% do seu estoque.

Grupo B

Aqui estão as mercadorias que ocupam o topo da lista de vendas, já que têm um alto giro mensal, mas não garantem uma margem de lucro tão positiva quanto os itens do grupo A. Sua alta taxa de procura garante um bom giro e um faturamento razoável, por isso, devem representar aproximadamente 50% do estoque.

Grupo C

Esse é o grupo em que constam os produtos que têm baixíssimo índice de saída, gerando um faturamento tão baixo quanto sua margem de lucro. Todavia, ainda é importante mantê-lo, pois sua ausência pode causar ruptura e, consequentemente, um impacto negativo na satisfação do cliente. Deve, assim, compor cerca de 20% do estoque.

Enfim, como você pôde conferir, a curva ABC não é uma metodologia tão complexa de ser aplicada na gestão da sua empresa — e, com o auxílio de ferramentas tecnológicas, essa tarefa pode ser ainda mais simples.

E aí, gostou do post? Ainda tem alguma dúvida sobre o assunto, ou quer compartilhar a sua experiência com a gente? Deixe-nos o seu comentário!

Escreva um comentário

Share This